Segunda-feira, 12 de Setembro de 2005

QUE HOJE TU IAS VOLVER

Que hoje tu ias volver
Ouvi eu dos lábios teus
Quando dizias adeus
A quem te vinha render.

Não te ouvia há muito tempo
Até à hora derradeira
Mas por mim na Sexta-feira
Pensou outro pensamento...

Não te escuto até o fim
Porque após a despedida
Gravita em redor de mim
Uma solidão perdida.

Saio antes para a rua
Pra que possa espairecer
E a tua voz reviver
Na minha mente que é tua.

O silêncio que pedias
Não era bom conselheiro
Matava em mim por inteiro
As rimas que antes tu lias.

Quero com sinceridade
Que esta hora continue
Que nem tu nem eu amue
Atraindo infelicidade.

O teu rosto que ontem vi
Em repentina passagem
É uma amorosa imagem
Que me faz sentir por ti

Um muito grande carinho
Que me ampara e dá calor
E te envio num beijinho
Beijinho feito de amor!

tags: , ,
publicado por Abel às 23:21
link do post | comentar | favorito
|

.pesquisar

 

.links

.Outubro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. LÍNGUA PORTUGUÊSA

. PORTO CAMPEÃO

. CABEÇA LEVANTADA

. AOS QUE VÊM LÁ DO LESTE

. AS HORAS

. PRIMAVERAS

. POEMAS DE RIMA CERTA

. UM LAMPIÃO

. A CHUVA

. O ENCURVADO

.arquivos

. Outubro 2015

. Novembro 2006

. Setembro 2006

. Maio 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

.tags

. todas as tags

.subscrever feeds