Terça-feira, 3 de Janeiro de 2006

A CRIAÇÃO



Era o dia vinte e nove,
De Agosto, dois mil e quatro,
Pouco antes das quinze e trinta
Bem depois das quinze e um quarto...

De acordo com o que ouvi
Aqui vão estas palavras
Com modéstia as escrevi
Ainda que sejam bravas.

Com "e" aberto a "quérmesse"
Dum certo senhor sisudo
Quer meças com a quermesse
Proferida com "e" mudo!

Os discípulos de Cristo
Na boca de certos padres
Fazem figura algo triste
De tão mal pronunciados!

Em missa pla Televisão
Certo padre celebrante
Ofereceu a "óbláção"
Com pronúncia arrepiante!

Ouvi com admiração,
Na RFM, afirmar
Que o homem chegou a andar
Com as mãos postas no chão!

Concordo com esta dica
Que nada tem de cretina,
Mas, então, como se explica
A semelhança divina?!
publicado por Abel às 16:56
link do post | comentar | favorito
|

.pesquisar

 

.links

.Outubro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. LÍNGUA PORTUGUÊSA

. PORTO CAMPEÃO

. CABEÇA LEVANTADA

. AOS QUE VÊM LÁ DO LESTE

. AS HORAS

. PRIMAVERAS

. POEMAS DE RIMA CERTA

. UM LAMPIÃO

. A CHUVA

. O ENCURVADO

.arquivos

. Outubro 2015

. Novembro 2006

. Setembro 2006

. Maio 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

.tags

. todas as tags

.subscrever feeds