Quinta-feira, 6 de Outubro de 2005

O SENTIDO



O sentido Deus mo deu
No caminho que 'scolhi
Viver a gostar de ti
Não é um pecado meu.

Só o sentido do amor
Nos poderá impedir
De cruelmente ferir
Quem nos cause um dissabor.

Com a Sagrada 'scritura
Aos poucos eu vou mudando
Quando faço uma leitura
De Jesus aconselhando.

Por certo também verás
Esta luz te iluminando
Para ti eu vou rogando
Que ela traga muita paz.

Julgo que Deus se compraz
Deste modo como eu vivo
Mais moderado que altivo
E que tanto bem me faz!
publicado por Abel às 22:08
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 5 de Outubro de 2005

AS MINHAS LUZES



Rodeado de arvoredo
E do aroma das flores
Oiço as aves em segredo
A falar dos seus amores.

Amores que são cruzados
Com meu amor atrevido:
Há pouco tempo nascido
Enche-me já de cuidados.

O meu coração sangrou
Sarou e ficou ileso
Agora que despertou
De novo de amor 'stá preso.

Preso e bem retorcido
Nas voltas que ele anda a dar
Alegre ou desiludido
Sorri ou põe-se a chorar.

Abençoado sou eu
Nestes dias que decorrem
Brilham estrelas no céu
As minhas luzes não morrem!
tags: , ,
publicado por Abel às 21:18
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 4 de Outubro de 2005

DOCE MEL



Serão insignificantes
Os versos que te dedico
Mas por ti tão feliz fico
Que me parecem brilhantes.

Não importa o seu valor
Importa mais o que levam
Levam tanto tanto amor
Que como penas se elevam.

Nos ares esvoaçando
Me põem tão nas alturas
Que andam faceiras loucuras
No meu peito palpitando.

Nunca pensei que a doidice
Fosse coisa diferente
Duma ingénua tolice
Que algumas vezes se sente.

Afinal é doce mel
Açúcar em pão barrado
Que elimina todo o fel
Que possa ser segregado!
tags: , ,
publicado por Abel às 21:12
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 18 de Setembro de 2005

A TUA RÁDIO



Agradam-me as mais pedidas
Mas ainda gosto mais
Das palavras proferidas
Plas tuas cordas vocais.

De segunda a Sexta-feira
Às dez horas da manhã
Tu e a música ligeira
Tornam a vida mais sã.

A tua rádio é boa
E tu também pra comigo
É um refúgio amigo
Que acho na tua pessoa.

À RFM eu me ligo
Porque te quero escutar
E assim trazer-te comigo
No coração a pulsar.

Crê em mim, ó criatura!
Faz tua a minha alegria
Que te envio dia a dia
Sempre cheio de ternura.
tags: , ,
publicado por Abel às 17:04
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 17 de Setembro de 2005

A BOA ARAGEM



Não fora premeditado
O envio destas mensagens
Que mais parecem miragens
Dum sonho realizado.

Correia de transmissão
Via Ápia dos romanos
Vão fazendo a ligação
Entre dois seres humanos.

A rádio que nos uniu
Não nos irá separar
E a porta que nos abriu
Não se deixará fechar.

Não 'spero nem desespero
Nem sei o que hei-de pensar
Apenas sei que não quero
Deixar de comunicar.

De mensagem em mensagem
A cada dia que passa
É maior a boa aragem
Que a minha vida perpassa!
tags: , ,
publicado por Abel às 22:12
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 12 de Setembro de 2005

QUE HOJE TU IAS VOLVER

Que hoje tu ias volver
Ouvi eu dos lábios teus
Quando dizias adeus
A quem te vinha render.

Não te ouvia há muito tempo
Até à hora derradeira
Mas por mim na Sexta-feira
Pensou outro pensamento...

Não te escuto até o fim
Porque após a despedida
Gravita em redor de mim
Uma solidão perdida.

Saio antes para a rua
Pra que possa espairecer
E a tua voz reviver
Na minha mente que é tua.

O silêncio que pedias
Não era bom conselheiro
Matava em mim por inteiro
As rimas que antes tu lias.

Quero com sinceridade
Que esta hora continue
Que nem tu nem eu amue
Atraindo infelicidade.

O teu rosto que ontem vi
Em repentina passagem
É uma amorosa imagem
Que me faz sentir por ti

Um muito grande carinho
Que me ampara e dá calor
E te envio num beijinho
Beijinho feito de amor!

tags: , ,
publicado por Abel às 23:21
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 10 de Setembro de 2005

NA LUA

Bonitos dias de Sol
São para o meu humor
Lindos trinados de amor
Dum canto de rouxinol.

Se me disseres eu te amo
Cantará dentro de mim
A alegria que reclamo
Horas e dias sem fim.

Sou paciente meu amor
Que a isso a razão me obriga
E se algo acaso me intriga
Já sei a cura de cor.

Porém vivo acabrunhado
Do quase nada que tenho
Pelas ruas vou e venho
Um tanto desanimado.

Nem à minha nem à tua
Maneira terá de ser
Quem isto não entender
Será porque anda na Lua...

tags: , ,
publicado por Abel às 22:26
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 9 de Setembro de 2005

SENHORA

Não é por ingenuidade
Que se tem um sentimento
Que toma a nossa vontade
Sem pedir consentimento.

Nem é por qualquer cegueira
Que se ama sem remissão
Manda mais o coração
Mesmo quando não se queira.

Não pode o animal selvagem
Deixar o seu habitat:
Não é falta de coragem
A vida é que o prende lá.

As grades duma prisão
Às vezes são amovíveis
Mas as do amor é que não
Porque essas são invisíveis.

Me enredaste, ó locutora,
Numa malha bem urdida
Agora és tu senhora
Do resto da minha vida!
tags: , ,
publicado por Abel às 21:55
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 8 de Setembro de 2005

O PRIMEIRO SALTO

Uma frase duas frases
São o ponto de partida
Pra que saiam de seguida
Meus versos sempre fugazes.

Fugazes e mergulhados
Numas águas amorosas
Que exalam o cheiro a rosas
E perfumam meus pecados.

Pecados alguns pequenos
Uns outros muito mais graves
Só terei dias serenos
Se vencer estes entraves.

Mas o amor tudo pode
E pode em mim a valer
Ter a força que me acode
Num mau momento qualquer.

Erguer a cabeça ao alto
E mantê-la bem erguida
É dar o primeiro salto
Pra outro modo de vida!

tags: , ,
publicado por Abel às 22:49
link do post | comentar | favorito
|

.pesquisar

 

.links

.Outubro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. O SENTIDO

. AS MINHAS LUZES

. DOCE MEL

. A TUA RÁDIO

. A BOA ARAGEM

. QUE HOJE TU IAS VOLVER

. NA LUA

. SENHORA

. O PRIMEIRO SALTO

.arquivos

. Outubro 2015

. Novembro 2006

. Setembro 2006

. Maio 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

.tags

. todas as tags

.subscrever feeds