Quinta-feira, 6 de Outubro de 2005

O SENTIDO



O sentido Deus mo deu
No caminho que 'scolhi
Viver a gostar de ti
Não é um pecado meu.

Só o sentido do amor
Nos poderá impedir
De cruelmente ferir
Quem nos cause um dissabor.

Com a Sagrada 'scritura
Aos poucos eu vou mudando
Quando faço uma leitura
De Jesus aconselhando.

Por certo também verás
Esta luz te iluminando
Para ti eu vou rogando
Que ela traga muita paz.

Julgo que Deus se compraz
Deste modo como eu vivo
Mais moderado que altivo
E que tanto bem me faz!
publicado por Abel às 22:08
link do post | comentar | favorito

.pesquisar

 

.links

.Outubro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. LÍNGUA PORTUGUÊSA

. PORTO CAMPEÃO

. CABEÇA LEVANTADA

. AOS QUE VÊM LÁ DO LESTE

. AS HORAS

. PRIMAVERAS

. POEMAS DE RIMA CERTA

. UM LAMPIÃO

. A CHUVA

. O ENCURVADO

.arquivos

. Outubro 2015

. Novembro 2006

. Setembro 2006

. Maio 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

.tags

. todas as tags

.subscrever feeds