Sábado, 10 de Setembro de 2005

NA LUA

Bonitos dias de Sol
São para o meu humor
Lindos trinados de amor
Dum canto de rouxinol.

Se me disseres eu te amo
Cantará dentro de mim
A alegria que reclamo
Horas e dias sem fim.

Sou paciente meu amor
Que a isso a razão me obriga
E se algo acaso me intriga
Já sei a cura de cor.

Porém vivo acabrunhado
Do quase nada que tenho
Pelas ruas vou e venho
Um tanto desanimado.

Nem à minha nem à tua
Maneira terá de ser
Quem isto não entender
Será porque anda na Lua...

tags: , ,
publicado por Abel às 22:26
link do post | comentar | favorito

.pesquisar

 

.links

.Outubro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. LÍNGUA PORTUGUÊSA

. PORTO CAMPEÃO

. CABEÇA LEVANTADA

. AOS QUE VÊM LÁ DO LESTE

. AS HORAS

. PRIMAVERAS

. POEMAS DE RIMA CERTA

. UM LAMPIÃO

. A CHUVA

. O ENCURVADO

.arquivos

. Outubro 2015

. Novembro 2006

. Setembro 2006

. Maio 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

.tags

. todas as tags

.subscrever feeds