Quinta-feira, 8 de Setembro de 2005

O PRIMEIRO SALTO

Uma frase duas frases
São o ponto de partida
Pra que saiam de seguida
Meus versos sempre fugazes.

Fugazes e mergulhados
Numas águas amorosas
Que exalam o cheiro a rosas
E perfumam meus pecados.

Pecados alguns pequenos
Uns outros muito mais graves
Só terei dias serenos
Se vencer estes entraves.

Mas o amor tudo pode
E pode em mim a valer
Ter a força que me acode
Num mau momento qualquer.

Erguer a cabeça ao alto
E mantê-la bem erguida
É dar o primeiro salto
Pra outro modo de vida!

tags: , ,
publicado por Abel às 22:49
link do post | comentar | favorito

.pesquisar

 

.links

.Outubro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. LÍNGUA PORTUGUÊSA

. PORTO CAMPEÃO

. CABEÇA LEVANTADA

. AOS QUE VÊM LÁ DO LESTE

. AS HORAS

. PRIMAVERAS

. POEMAS DE RIMA CERTA

. UM LAMPIÃO

. A CHUVA

. O ENCURVADO

.arquivos

. Outubro 2015

. Novembro 2006

. Setembro 2006

. Maio 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

.tags

. todas as tags

.subscrever feeds