Sábado, 28 de Janeiro de 2006

O MAL DOS OUTROS

ooutro.jpg

Duma perna ando a sofrer
Das duas minha vizinha
Mas a dor da pobrezinha
Não me põe logo a correr...

De doença grave padeço
De mais grave o meu vizinho
Nem por isso desmereço
Que me tratem com carinho...

Ainda que o mal dos outros
Não me faça nada bem
Não deixo de ser alguém
Que vá morrendo aos poucos...

O maior livro da vida
Trago no meu coração
Que da vida que é vivida
Tira sempre uma lição!

publicado por Abel às 15:36
link do post | comentar | favorito

.pesquisar

 

.links

.Outubro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. LÍNGUA PORTUGUÊSA

. PORTO CAMPEÃO

. CABEÇA LEVANTADA

. AOS QUE VÊM LÁ DO LESTE

. AS HORAS

. PRIMAVERAS

. POEMAS DE RIMA CERTA

. UM LAMPIÃO

. A CHUVA

. O ENCURVADO

.arquivos

. Outubro 2015

. Novembro 2006

. Setembro 2006

. Maio 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

.tags

. todas as tags

.subscrever feeds